O desenvolvimento de deslocamentos verticais (recalques) excessivos, geralmente, resultam em consequências indesejáveis para uma obra, como ruptura de taludes, trincamento de pavimentos, desaprumo de edificações,danos estruturais, etc. Para evitar a ocorrência desses fenômenos, é necessário que seja previsto no projeto o comportamento geotécnico do subsolo disponível e das estruturas projetadas, bem como das suas características deformacionais. O monitoramento das deformações permitirá avaliar se as deformações observadas em campo são compatíveis com as previsões de projeto, dentro dos limites operacionais, de atenção ou alerta.

Medição de Recalques

Existem diversos métodos para a medição de recalques, dentre os quais destacam-se:

  • Medidor magnético de recalque (MMR);

  • Medidor de recalque tipo KM;

  • Medidor de recalque telescópico (IPT);

  • Medidor hidrostático de recalques - caixa sueca;

  • Tassômetro;

  • Marcos superficiais.