O processo erosivo consiste na desagregação e transporte do solo em decorrência da ação de agentes intempéricos combinados (água, vento, etc.). A evolução de tal processo pode induzir à desestabilização de encostas (deslizamentos), pois promovem a modificação da conformação estável do maciço, ocasionam solapamentos, além de favorecer a saturação do solos, já que a proteção superficial é degradada conjuntamente ao solo, deixando-o vulnerável à infiltração das águas incidentes. O assoreamento é o processo de deposição de sedimentos por transporte fluvial, marinho, eólico, coluvionar, etc, podendo provocar a redução de calhas hidráulicas, com consequente inundação, a alteração do regime natural de escoamento, etc. Devem ser concebidas medidas de controle da erosão e assoreamento, de modo a inibir tais processos indesejáveis/prejudiciais, ou minimizar as suas consequências.

1/4

Controle de Erosão e Assoreamento

Entre as demandas técnicas atendidas, destacam-se:

  • Diagnóstico dos fenômenos preponderantes;

  • Projeto de recuperação e estabilização taludes erodidos;

  • Recomposição de voçorocas;

  • Proteção superficial;

  • Drenagem pluvial.

© 2017 por GeoENG - Consultoria Geotécnica & Projetos de Engenharia. Tel: (71) 3014-0512. E-mail: geotecnia@geoeng.in